domingo, 8 de agosto de 2010


Quando se está amando e tudo está lindo, completo, feliz, redundante você se sente como se o mundo nunca fosse acabar, que está vivendo um momento que nâo será passageiro e que sim, durará pra vida inteira. Quer gritar pro mundo inteiro ouvir o tamanho de sua felicidade, que alguem te ama e te faz feliz e simultaneamente pensa que esse alguem nunca te fará infeliz. É, a felicidade é como o vento as veses sopra em sentido oposto em sua vida, e leva tudo o que tu pensava ser indestrutivel. Nâo acredito que o amor seja uma coisa eterna, nunca pensei isso, mais o amor é algo intenso onde tu se sente a melhor pessoa, onde tu encontra desafios que serão derrubados dia a dia... E quando esses obstáculos nâo são derrubados e o vento começa a soprar em sentido diferente ? É ai que pensamos em seguir em frente em desapegar, mais...sempre irá nos faltar algo, sempre vai ter um quebra cabeça em sua vida e aquela peça fundamental que te completava nâo está mais ali. Falta um pedaço de ti, tu nâo é mais completa.É como se arrancassem um orgão vital pra tua sobrevivençia e tu respirasse com ajuda de aparelhos. Com a angustia de que o pedaço que se desgrudou de ti, volte e te complete novamente.

Por: Carol Lembrett

5 comentários:

  1. Ficou muito legal Carol ♥

    ResponderExcluir
  2. Adorei carol vc tem o estilo de uma grande escritora ta no caminho certo.

    ResponderExcluir
  3. ♥ Adoreiii . . .

    Sem comentários!

    ResponderExcluir

COMENTÁRIOS ;D